segunda-feira, 28 de maio de 2012

O Cristianismo Brasileiro responde as perguntas do povo Brasileiro?

Breve síntese da palestra ministrada pelo Pr. Ariovaldo Ramos, na Semana Teológica 2012, em 25/05/2012, no Projeto Água da Vida - Fonseca/RJ.



Lucas 19.1-10 (história de Zaqueu)
Mateus 16.18 ("Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo")

SIM, o Cristianismo Brasileiro responde as perguntas do povo Brasileiro.

Quais são essas perguntas? Tudo converge para o seguinte: Os brasileiros querem ficar ricos. Historicamente esse desejo vem da expansão fundamentada no dinheiro, desde os Bandeirantes, que desbravaram as terras, expulsaram os espanhóis e mataram os índios em busca das riquezas.

Nossa religião é do poder - Aprendemos com os ameríndios a negociar com as florestas, com os negros a negociar com os orixás e com os portugueses a negociar com os santos.

Sociedade que eu compro e vendo

Sistemas e leis são para a CORRUPÇÃO. Isso se instaurou na igreja brasileira - uma igreja que se converteu a Zaqueu. Manda quem tem maior dízimo = isso é corrupção. Mais abençoados são os que tem mais = isso é corrupção. Eu em primeiro lugar, nas músicas e no serviço = isso é corrupção.

É preciso vencer a insaciabilidade - A ovelha é um animal voraz - come até a raiz. Por isso, os pastores eram nômades, porque os pastos eram devorados e não sobrava nada. Para descansar em verdes pastos, a ovelha deve passar por uma transformação.

NÃO, o Cristianismo Brasileiro não responde as perguntas do povo Brasileiro.

Nós subsistimos - quem existe é Deus - Nele estamos.

A fé cristã é do maná = tem para hoje
A fé cristã é comunitária = tem para todos
A fé cristã é do JUBILEU.

A declaração de Pedro: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" = Isso é a pedra. A Igreja se baseia no que Cristo é, não no que Ele pode dar.

Adorar é imitar, é querer ser igual àquele que adoramos. Imitar a Jesus é ter o mesmo sentimento de de esvaziar, de doar, de repartir (ver Atos 10.38).

Isso não responde aos brasileiros, mas os salvaria.

Isso não está na Igreja brasileira - não prega mais a partir da graça, mas da desgraça. Sustenta-se um sistema de opressão e o silêncio diante da injustiça. Vigora a lógica dos títulos, que é a mesma lógica da Coroa - escravizam as ovelhas. O Brasil é um país de coronéis. Estamos cheios de "ministérios" em que homens querem seus feudos e territórios para impor autoridade e enriquecer.

Uma coisa triste aparece nos Evangelhos: o povo descobriu que bastava apenas tocar nas vestes de Jesus para ser curado. Então, Jesus começou a ensinar sem descer do barco. As pessoas iam apenas para tocá-lo, não o ouviam mais. A igreja brasileira está afugentando Jesus para o barco, para longe.

"Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias" (Salmos 23:6) - A casa de Deus é uma comunidade solidária, onde há bondade e misericórdia.

Há um bom jeitinho brasileiro, que é a criatividade. Mas estão sacralizando o mau jeitinho brasileiro.

Para mudar é preciso ARREPENDIMENTO. Começar a partilhar. Uma Igreja que salva o Brasil converte Zaqueus para Cristo.

2 comentários:

  1. Lu, realmente essa palavra nos motiva a viver o evangelho de Jesus. Muito boa a síntese, vc é fera hehehehe!!! Bjs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, pastora. Sem dúvida saímos dali desafiados a mudar e a viver o Reino.

      Excluir