sexta-feira, 23 de junho de 2017

Valores do Reino (em breve)

Meu livro Valores do Reino já está pronto e impresso, chega agora em julho/2017.

Aguarde: vamos anunciar o dia e o local do lançamento.

Se você quiser garantir o seu, envie nome completo e endereço (com CEP) para o email:
valoresdoreino2017@gmail.com

O livro está saindo por R$ 29,90 + despesas de envio pelos correios.


domingo, 30 de abril de 2017

Efésios


Mochileiro da Palavra

Comentários e notas de viagem pelo livro de Efésios


Efésios 1.3-5  "Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo, assim como nos escolheu, nele, antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; E EM AMOR NOS PREDESTINOU PARA ELE, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade"
Na versão A Mensagem:

"Como Deus é Maravilhoso! E que bênção Ele é! Ele é o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que nos leva aos mais elevados lugares de bênção. Muito antes que Ele estabelecesse os fundamentos da terra, Ele já pensava em nós e nos escolheu como alvo do Seu amor, para nos fazer completos e santos por meio desse amor. Há muito tempo Ele decidiu nos adotar em Sua família, por meio de Jesus Cristo. (E que prazer Ele teve em planejar tudo isso!)"

Deus já nos amava antes da criação, antes de dizer “Haja luz”!

Sempre foi da vontade Dele nos adotar como filhos para participarmos do mesmo relacionamento de amor entre o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Assim como Israel foi escolhido e amado, separado dentre os povos da terra, apesar de não serem um povo numeroso, sequer relevante ou poderoso aos olhos humanos, nós também, falhos e fracos, cheios de pecados, fomos feitos propriedade exclusiva e peculiar de Deus, alvo de Sua plena bondade e afeição. Ele fez isso com satisfação e prazer. Ele nos ama com amor eterno! Esse é o nosso Deus! Bendito seja o Senhor!

1 João 3.1 "Vede que grande amor nos tem concedido o Pai, a ponto de sermos chamados filhos de Deus; E, DE FATO, SOMOS FILHOS DE DEUS."

Sim, somos filhos!

O Espírito Santo confirma a nossa identidade de filhos de Deus:

Romanos 8.15 "Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai."

Clamamos agora mesmo: Aba, Pai! Derrama sobre nós o Teu amor eterno!

Efésios 1.10 "de fazer convergir nele, na dispensação da plenitude dos tempos, todas as coisas, tanto as do céu como as da terra"

Tudo converge em Cristo! "Tudo foi criado por meio Dele e para Ele" (Colossenses 1.16)

Devemos viver com essa consciência, "a fim de sermos para louvor da sua glória" (Efésios 1.12).

A oração de Paulo:

Efésios 1.16-23 "não cesso de dar graças por vós, fazendo menção de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos conceda espírito de sabedoria e de revelação no pleno conhecimento dele, iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia da força do seu poder; o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugares celestiais, acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir não só no presente século, mas também no vindouro. E pôs todas as coisas debaixo dos pés e, para ser o cabeça sobre todas as coisas, o deu à igreja, a qual é o seu corpo, a plenitude daquele que a tudo enche em todas as coisas."

Há bênçãos espirituais, há uma herança disponível para aqueles que são filhos de Deus, por meio de Cristo. Que nossos olhos se abram para a realidade de que somos filhos amados desde antes da criação do mundo e que temos Jesus, nosso irmão mais velho, assentado agora mesmo nos lugares celestiais, com autoridade sobre tudo e sobre todos.

O que faríamos sem o amor de Deus?

Foi do Seu agrado estender sobre nós Seu favor:

Efésios 2.4,5,12,13 "Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do GRANDE AMOR COM QUE NOS AMOU, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo — pela graça sois salvos [...] Naquele tempo, estáveis sem Cristo, separados da comunidade de Israel e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança e sem Deus no mundo. Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, fostes aproximados pelo sangue de Cristo"

Éramos uma “oliveira brava”, perdidos em nossos pecados e separados de Deus. Porém, graças ao amor eterno do Pai, através do Filho, fomos enxertados e nos tornamos participantes “da raiz e da seiva da oliveira” (Romanos 11.17).

Efésios 2.6-7 "e, juntamente com ele, nos ressuscitou, e nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus; para mostrar, nos séculos vindouros, a suprema riqueza da sua graça, em bondade para conosco, em Cristo Jesus."

Estávamos mortos em nossos delitos e pecados, mas por causa do amor de Cristo ressuscitamos, nascemos de novo! Agora estamos assentados em lugares celestiais (assim como Ele tem nos abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo - Efésios 1.3).

Mas para que estamos nessa posição, por que fomos abençoados dessa forma tão extraordinária? Para MOSTRAR [ MANIFESTAR, EXIBIR, PUBLICAR ] ao mundo a riqueza da Sua GRAÇA e da Sua BONDADE. Recebemos tão grande AMOR para passarmos do mesmo AMOR àqueles que estão a nossa volta.

A palavra "século" é aion = significa tanto um tempo perpétuo (para sempre ou eternidade) quanto um período de tempo determinado (uma geração). Pensando em termos de geração, o apóstolo estava prevendo que, depois de escrita a sua epístola, ainda transcorreriam muitos anos e séculos. A mensagem da graça e da bondade de Deus atravessou gerações por causa das palavras e do testemunho de pessoas que foram ressuscitadas com Cristo e que passaram a buscar e a pensar nas coisas que são de cima (ler Colossenses 3.1-4). Nós fomos alcançados por essa mensagem!

Havia um muro que nos separava das promessas de Deus - mas Cristo reconciliou todos nós, toda a humanidade, a Deus.

Efésios 2.19-22 "Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito."

Somos família de Deus (oikeios, oikos) formando um edifício bem ajustado (oikodome) e, ao mesmo tempo, sendo edificados para habitação de Deus → Estamos edificando uns aos outros e sendo edificados no Espírito!

sexta-feira, 31 de março de 2017

7 dimensões de uma igreja profética

Luciano Motta

{ Estamos estudando em nossa Comunidade sobre a Pessoa e as ações do Espírito Santo e o caráter profético da igreja. Uma das palavras que ministrei em março foi esta, baseada no livro Growing in the prophetic, de Mike Bickle (capítulo 7, p.69). }


1) A revelação do testemunho do coração de Deus

É uma igreja com foco no que está queimando no coração de Deus: o que Ele sente, Suas afeições, Seus planos.

Habacuque 1.1 “Sentença revelada ao profeta Habacuque.”
= “Massá”: carga, peso, declaração, sentença

Isaías 40.3 “Voz do que clama no deserto:  Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.”
= João 1.19.23 “eu sou a voz do que clama no deserto”
= João Batista encarnou a mensagem

Devemos estar mais focados em preparar as pessoas a se encontrarem com o Noivo e Suas afeições (Seu coração) do que em prepará-las para seus ministérios.

2) A proclamação da mensagem profética do fim dos tempos

É uma igreja que proclama os planos de Deus para os dias do fim de uma maneira clara e destemida.

Ezequiel 2.10-3.3 e Apocalipse 10.8-11
= Ezequiel e João comeram o rolo de um livro / se alimentaram da palavra profética

Ezequiel 3.3 “E me disse: Filho do homem, dá de comer ao teu ventre e enche as tuas entranhas deste rolo que eu te dou. Eu o comi, e na boca me era doce como o mel. “

Na boca, doce como o mel / No estômago, amargo = a palavra é maravilhosa (graça), mas produz um mal-estar (aponta a necessidade de um arrependimento interior, de como o nosso pecado ofende a Deus – como na saída do Egito: pão sem fermento, vinho, cordeiro e ervas amargas)

Dia do Senhor = grande e terrível
Discípulos = as pessoas vão nos seguir ou nos crucificar
Não existe meio termo no Reino de Deus, não há como ficar indiferente

3) A preservação e a proclamação da Palavra de Deus como padrão profético na terra

É uma igreja que preserva e proclama as verdades imutáveis de Deus contidas nas Escrituras.

A Palavra de Deus é preciosa. Precisamos zelar por ela.

Existe grande fome pela Palavra em nossos dias.

4) A recepção da atual direção profética

É uma igreja que discerne o atual mover do Espírito – “visão atual”, “palavra procedente”
= O que Ele está fazendo hoje?
= A nuvem da presença se moveu ou permanece onde está?

“Se temos a Palavra sem o Espírito, secamos. Se temos o Espírito sem a Palavra, explodimos. Se temos a Palavra e o Espírito, crescemos”.

5) Sonhos e visões proféticas e o poder de Deus

É uma igreja que demonstra o poder “sobrenatural” de Deus, equipada com dons, sonhos, visões, operação de milagres, discernimento de espíritos (1 Coríntios 12.8-11).

O Deus vivo das Escrituras “aparece” de modo pessoal, íntimo e tangível.

1 Coríntios 4.20 “Porque o reino de Deus consiste não em palavra, mas em poder.”

6) O clamor profético contra a injustiça

É uma igreja que se posiciona de “modo corporativo” contra a injustiça e a opressão.

Lucas 4.16–19,21 “16 Indo para Nazaré, onde fora criado, entrou, num sábado, na sinagoga, segundo o seu costume, e levantou-se para ler. 17 Então, lhe deram o livro do profeta Isaías, e, abrindo o livro, achou o lugar onde estava escrito: 18 O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos, e apregoar o ano aceitável do Senhor... 21 Então, passou Jesus a dizer-lhes: Hoje, se cumpriu a Escritura que acabais de ouvir.” (Jesus não completa a sentença de Isaías 61.2: “apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus” – ainda não era a hora de vir como Leão, mas como Cordeiro – aquele era um tempo de graça, um “ano aceitável”)

Deus posiciona seus profetas em plataformas seculares: governo, escolas, hospitais, locais de trabalho...
= José e Daniel foram representantes de Deus no Egito e na Babilônia
= William Wilberforce lutou contra a escravidão na América
= Lou Engle, James Dobson lutam contra o aborto

Precisamos nos posicionar no lugar onde estamos (com sabedoria e sensibilidade do Espírito).

Precisamos continuar clamando para que Deus estabeleça seus homens e mulheres em lugares estratégicos em nossa cidade e nação.

São dias radicais... Vamos ter que nos posicionar.

7) O chamado profético à santidade

É uma igreja que se posiciona contra tudo que fere a santidade e a justiça de Deus, tudo que se opõe ou desvirtua os valores do Reino de Deus.

O que antecede um avivamento? – Joel 2.12-13 “Ainda assim, agora mesmo, diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, com choro e com pranto. Rasgai o vosso coração (homem interior, mente, vontade), e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal.”

Também Atos 3.19.21 “Arrependei-vos e convertei-vos...”

ARREPENDIMENTO = A mensagem do Evangelho só faz sentido aos perdidos quando quem a anuncia já mudou sua forma de pensar (se arrependeu) e voltou o coração (se converteu) integralmente a Deus. Quem anuncia as boas novas anda em novidade de vida – seus dias na terra dão bom testemunho de todas as maravilhas que Cristo fez e tem feito.

As pessoas que proclamam o Evangelho vão além das palavras; são cristãos que se tornaram um discurso encarnado – vivem a dimensão JÁ do Reino. A mensagem que carregam e anunciam é inseparável de seu estilo de vida: vivem em santidade, desenvolvem a salvação com temor e tremor (Filipenses 2.12b)

Temor = phobos (medo / reverência)
Tremor = tromos (estremecer de medo / alguém que faz o melhor para cumprir o seu dever, mas que mesmo assim desconfia estar em falta)

Modelar as nossas vidas (salvas e redimidas em Cristo), com reverência a Deus, sempre tendo a “desconfiança” de que ainda não chegamos lá (ainda precisamos crescer, e muito! – Paulo diz não ter alcançado: “prossigo para o alvo”)