quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Sobre conhecer quem é Deus

Luciano Motta

{ Nesse começo de 2016 estamos falando e estudando sobre quem é Deus em nossa comunidade. Tem sido muito bom rever os atributos Daquele que era, que é e que há de vir - e há tanto para se descobrir! A vida eterna é conhecê-Lo! }

Conhecer quem é Deus determina a maneira como vamos viver agora e eternamente:

João 3.16 “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna

João 17.3 “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste”

Em dias de apostasia e decadência, o profeta declarou:

Oséias 6.3 “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao Senhor; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra”

14.1-2 “Volta, ó Israel, para o Senhor, teu Deus, porque, pelos teus pecados, estás caído. Tende convosco palavras de arrependimento e convertei-vos ao Senhor; dizei-lhe: Perdoa toda iniquidade, aceita o que é bom e, em vez de novilhos, os sacrifícios dos nossos lábios”

Em dias de cinismo, falsidade e hipocrisia, o apóstolo Paulo declarou:

Filipenses 3.2 “Acautelai-vos (tomem cuidado) dos cães! (metáfora: pessoas de mente impura) Acautelai-vos dos maus obreiros! (pessoas com modo de pensar errado – ref. Filipenses 2.21 “todos eles buscam o que é seu próprio, não o que é de Cristo Jesus”) Acautelai-vos da falsa circuncisão! (palavra que indica “corte, mutilação” – ref. pessoas que cumprem a lei mas são falsas)”

v.3 “Porque nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos a Deus no Espírito, e nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne”

v.7-8 “Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. Sim, deveras considero tudo como perda (v.5-6 circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; quanto à lei, fariseu, quanto ao zelo, perseguidor da igreja; quanto à justiça que há na lei irrepreensível), por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo (resto, lixo, esterco), para ganhar a Cristo... [ Detalhe: Paulo escreveu esta carta perto do fim de seu ministério – ele prosseguia em conhecer Deus ]

Se vamos acertar ou errar, se seremos bem-aventurados ou não, se vamos cumprir a carreira ou parar no meio do caminho, se seremos vencedores nos dias do fim = Tudo depende de conhecermos quem é Deus!

Sem conhecermos quem é Deus, podemos estar fazendo a coisa certa da maneira errada:

Davi manda buscar a arca da aliança → 1 Crônicas 13.1-4 (também 2 Samuel 6.1-11) “Consultou Davi os capitães de mil, e os de cem, e todos os príncipes; e disse a toda a congregação de Israel: Se bem vos parece, e se vem isso do Senhor, nosso Deus, enviemos depressa mensageiros a todos os nossos outros irmãos em todas as terras de Israel, e aos sacerdotes, e aos levitas com eles nas cidades e nos seus arredores, para que se reúnam conosco; tornemos a trazer para nós a arca do nosso Deus; porque nos dias de Saul não nos valemos dela. Então, toda a congregação concordou em que assim se fizesse; porque isso pareceu justo aos olhos de todo o povo”

[ Detalhe: A arca da aliança havia ficado às traças nos dias de Saul. Em um episódio, Saul quis usar a arca em uma batalha contra os filisteus, mas diante do tumulto no arraial inimigo, não quis esperar para ouvir Deus e ordenou ao sacerdote que não trouxesse mais a arca = Deus não agiu através da arca nos dias de Saul, na verdade, sacerdotes foram mortos pela ordem de Saul por terem ajudado Davi. ]

No caminho para Jerusalém, para o monte Sião, os bois que puxavam a “carroça nova” (exatamente como fizeram os filisteus) que Davi tinha preparado tropeçaram, e Uzá estendeu a mão e segurou a arca, impedindo-a de cair. E por isso Uzá foi morto na mesma hora.

A festa se transformou em lamento! → 1 Crônicas 13.12-14 “Temeu Davi a Deus, naquele dia, e disse: Como trarei a mim a arca de Deus? Pelo que Davi não trouxe a arca para si, para a Cidade de Davi; mas a fez levar à casa de Obede-Edom, o geteu. Assim, ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom, três meses em sua casa; e o Senhor abençoou a casa de Obede-Edom e tudo o que ele tinha”

• É fundamental a presença e a glória de Deus entre nós, mas há uma ordem, há uma vontade de Deus expressa em sua Palavra, há uma palavra procedente = Ele está realizando algo hoje, para este tempo, para os nossos dias. PRECISAMOS CONHECÊ-LO! ANTES DE FAZERMOS QUALQUER COISA, PRECISAMOS CONHECÊ-LO!

• Precisamos eliminar as “carroças novas” = RECURSOS FABRICADOS, REPRODUÇÃO DE MÉTODOS

• Durante os 3 meses que a arca ficou na casa de Obede-Edom, Davi notou que a bênção de Deus veio sobre aquela casa. Davi dedicou-se a buscar o Senhor e estudar a Lei (a Sua Palavra). Então, Deus lhe deu entendimento para discernir Sua vontade = CONHECER DEUS LEVA TEMPO – A VIDA ETERNA É CONHECÊ-LO – CONHECER E PROSSEGUIR EM CONHECER

• Da primeira vez, Davi reuniu somente os líderes e a assembleia de Israel (1 Cr 13.1-4). Agora, ele reúne toda a congregação de Israel, desta vez do modo de Deus – sacerdotes e levitas se consagraram (se santificaram); a arca foi levada nos ombros dos levitas; cantores e músicos acompanharam o cortejo da arca (ver 1 Cr 15).

Quando conhecemos quem é Deus, há mudanças de forma e conteúdo:

A arca finalmente foi colocada no tabernáculo de Davi → 1 Crônicas 16.1-36

1 Introduziram, pois, a arca de Deus e a puseram no meio da tenda que lhe armara Davi; e trouxeram holocaustos e ofertas pacíficas perante Deus. [...]
4 Designou dentre os levitas os que haviam de ministrar diante da arca do Senhor, e celebrar, e louvar, e exaltar o Senhor, Deus de Israel, a saber,
5 Asafe, o chefe, Zacarias, o segundo, e depois Jeiel, Semiramote, Jeiel, Matitias, Eliabe, Benaia, Obede-Edom e Jeiel, com alaúdes e harpas; e Asafe fazia ressoar os címbalos.
6 Os sacerdotes Benaia e Jaaziel estavam continuamente com trombetas, perante a arca da Aliança de Deus.
7 Naquele dia, foi que Davi encarregou, pela primeira vez, a Asafe e a seus irmãos de celebrarem com hinos o Senhor. (vejo aqui um MODELO, um PADRÃO do que seria feito a partir daquele dia)

Davi encarregou Asafe e seus irmãos a celebrarem com hinos – no tabernáculo de Davi houve também danças, gritos, palmas, regozijo e alegria (bem diferente do tabernáculo de Moisés).

Houve, assim, uma mudança significativa de forma e conteúdo na adoração ao Senhor. Mas qual foi o conteúdo, o tema dos hinos?

[ Detalhe: o trecho a seguir é o Salmo 105.1-15 ]

8 Rendei graças ao Senhor (AGRADEÇAM, LOUVEM AO SENHOR – ATIRAR, LANÇAR PARA ELE GRATIDÃO), invocai o seu nome (CHAMEM, GRITEM, PROCLAMEM O NOME DO SENHOR), fazei conhecidos, entre os povos, os seus feitos (AS SUAS OBRAS).

9 Cantai-lhe, cantai-lhe salmos (FAÇAM MÚSICA PARA ELE, TOQUEM SEUS INSTRUMENTOS PARA ELE); narrai todas as suas maravilhas (FALEM DA SUA GRANDEZA, MEDITEM SOBRE SUA EXCELÊNCIA – CONSIDEREM EM SUAS CONVERSAS SOBRE AQUELE QUE É EXTRAORDINÁRIO, DIFÍCIL DE SE COMPREENDER – SUBSTITUA AS MURMURAÇÕES E QUEIXAS POR PONDERAÇÕES SOBRE QUÃO MARAVILHOSO DEUS É!)

Isaías 9.6-7 “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso (EXTRAORDINÁRIO) Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz; para que se aumente o seu governo, e venha paz sem fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reino, para o estabelecer e o firmar mediante o juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O zelo do Senhor dos Exércitos fará isto”

10 Gloriai-vos no seu santo nome (QUE A GLÓRIA, O ORGULHO, A VAIDADE DE VOCÊS SEJA A FAMA, A REPUTAÇÃO DAQUELE QUE É SANTO); alegre-se o coração dos que buscam o Senhor (REGOZIJE-SE, ALEGRE-SE SEM MEDIDA, DE FORMA ABUNDANTE, O INTERIOR, A MENTE, A VONTADE, A ALMA DAQUELES QUE DESEJAM O SENHOR).

Como renderemos graças (como teremos um coração grato) se não reconhecermos o que Ele tem feito (Suas obras), se não falarmos (narrarmos) entre nós das Suas maravilhas?

Como poderemos nos gloriar em Seu Nome (Sua Fama) se não o conhecemos?

Como encontraremos alegria sem medida (regozijo) se não buscarmos continuamente, diariamente, a Sua face, a Sua presença?

Por isso, o hino do tabernáculo de Davi instrui:

11 Buscai o Senhor e o seu poder (SUA FORÇA), buscai perpetuamente a sua presença (BUSCAI CONTINUAMENTE A SUA FACE).
12 Lembrai-vos das maravilhas que fez (TRAGAM À MEMÓRIA, OCUPEM OS PENSAMENTOS DE VOCÊS COM AS MARAVILHAS DE DEUS), dos seus prodígios (SINAIS, MILAGRES) e dos juízos dos seus lábios (SEUS DECRETOS E ORDENANÇAS, SUA JUSTIÇA E VONTADE, SUA ALIANÇA - os versos seguintes tratam disso)

13 vós, descendentes de Israel, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos.
14 Ele é o Senhor, nosso Deus; os seus juízos permeiam toda a terra.
15 Lembra-se perpetuamente da sua aliança, da palavra que empenhou para mil gerações;
16 da aliança que fez com Abraão e do juramento que fez a Isaque;
17 o qual confirmou a Jacó por decreto e a Israel, por aliança perpétua,
18 dizendo: Dar-vos-ei a terra de Canaã como quinhão (porção, medida) da vossa herança.
19 Então, eram eles em pequeno número, pouquíssimos e forasteiros nela;
20 andavam de nação em nação, de um reino para um povo.
21 A ninguém permitiu que os oprimisse; antes, por amor deles, repreendeu a reis,
22 dizendo: Não toqueis nos meus ungidos (REFERÊNCIA À ABRAÃO, ISAQUE E JACÓ – FORAM SEPARADOS PARA DEUS), nem maltrateis os meus profetas.

Abaraão, Isaque, Jacó não eram nada – pequeno número, pouquíssimos, forasteiros, andavam de nação em nação – mas POR AMOR DELES foram feitos uma grande nação, todas as famílias da terra foram abençoadas.

Efésios 2.19-22 “Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo ele mesmo, Cristo Jesus, a pedra angular; no qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor, no qual também vós juntamente estais sendo edificados para habitação de Deus no Espírito”
Deus nos ama! Ele nos escolheu, Ele tem uma aliança conosco, Ele nos fez Sua família!

[ Detalhe: o trecho a seguir é o Salmo 96 - há uma retomada do início do hino iniciado em 1 Crônicas 16.8 ]

23 Cantai ao Senhor, todas as terras; proclamai a sua salvação, dia após dia.
24 Anunciai entre as nações a sua glória, entre todos os povos, as suas maravilhas,
25 porque grande é o Senhor e mui digno de ser louvado, temível mais do que todos os deuses.
26 Porque todos os deuses dos povos são ídolos; o Senhor, porém, fez os céus.

Aqui há MAIS REVELAÇÃO sobre Deus – o ambiente do trono:

27 Glória e majestade estão diante dele, força e formosura, no seu santuário.
28 Tributai (DAR O QUE É DEVIDO – EM SINAL DE DEPENDÊNCIA OU DEVER) ao Senhor, ó famílias dos povos, tributai ao Senhor glória (HONRA) e força (MATERIAL OU FÍSICA, PESSOAL, SOCIAL OU POLÍTICA).
29 Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome; trazei oferendas e entrai nos seus átrios; adorai o Senhor na beleza da sua santidade.

30 Tremei diante dele, todas as terras, pois ele firmou o mundo para que não se abale.
31 Alegrem-se os céus, e a terra exulte; diga-se entre as nações: Reina o Senhor.
32 Ruja o mar e a sua plenitude; folgue o campo e tudo o que nele há.
33 Regozijem-se as árvores do bosque na presença do Senhor, porque vem a julgar a terra.
34 Rendei graças ao Senhor, porque ele é bom; porque a sua misericórdia dura para sempre.

[ Detalhe: o trecho a seguir é o Salmo 106.47-48 ]

35 E dizei: Salva-nos, ó Deus da nossa salvação, ajunta-nos e livra-nos das nações, para que rendamos graças ao teu santo nome e nos gloriemos no teu louvor.
36 Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, desde a eternidade até a eternidade. E todo o povo disse: Amém! E louvou ao Senhor.

Houve uma resposta da congregação: "Amém!" Qual tem sido a nossa resposta ao que temos conhecido sobre Deus, Suas maravilhas, Sua aliança para conosco?

Algumas palavras de Jesus sobre conhecer Deus e adoração: 

Jesus disse à mulher samaritana:
João 4.22-24 “Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade”

Aos fariseus:
Mateus 15.7-9 “Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens”

Aos discípulos, no sermão do monte:
Mateus 7.21-23 “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade”

Ao Pai, na oração:
João 17.24-26 “Pai, a minha vontade é que onde eu estou, estejam também comigo os que me deste, para que vejam a minha glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo. Pai justo, o mundo não te conheceu; eu, porém, te conheci, e também estes compreenderam que tu me enviaste. Eu lhes fiz conhecer o teu nome e ainda o farei conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles, e eu neles esteja

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Leituras em 2015

Depois de conseguir vaga no Doutorado da UFF, comecei uma longa pesquisa em 2015 sobre o desamparo na prosa contemporânea, com foco em como o romance brasileiro do século XXI retrata a figura paterna. Apesar das muitas leituras acadêmicas (livros, artigos e resenhas não listadas abaixo), que tomaram bastante tempo, tenho preservado o contato com livros cujo tema é o Autor de toda sabedoria e conhecimento. Resolvi listar o que me marcou enquanto leitor e pesquisador:

  • A liberação do sobrenatural / Bill Johnson / (Teologia) Um livro que ressalta o testemunho como meio para grandes milagres e feitos em Deus. Há um grande legado à nossa disposição para liberarmos o poder de Deus em nossa geração.

  • K. - Relato de uma busca / Bernardo Kucinski / (Romance) Ficção e realidade se confundem em uma história sobre a ditadura militar e seus desdobramentos.

  • O irmão alemão / Chico Buarque / (Romance) O autor veio a saber da existência de um irmão alemão em 1967. Dessa história, somos brindados com uma narrativa brilhante, que se constrói "na tensão permanente entre o que foi, o que poderia ter sido e a pura fantasia".

  • Preciosa / Sapphire / (Romance) Uma história de luta e redenção.

  • Da eternidade até aqui / Frank Viola / (Teologia) O propósito eterno de Deus apresentado de três maneiras que se intercomunicam: a Noiva de Cristo, a Casa de Deus e o Corpo de Cristo, a família de Deus.

  • Growing in the prophetic / Mike Bickle / (Teologia) O ministério profético abordado de maneira direta e bíblica, com muitos testemunhos e encorajamento quanto ao que Deus fez e está fazendo em nossos dias através da profecia e dos seus profetas.

  • O Evangelho do Reino / George Eldon Ladd / (Teologia) O melhor livro que já li sobre o Reino de Deus e sua mensagem.

  • Plena satisfação em Deus / John Piper / (Teologia) A premissa de que "Deus é mais glorificado em nós quando somos mais satisfeitos Nele" é defendida pelo autor de forma clara e inspirativa.

  • Oração meditativa / Richard Foster / (Teologia) Livro bastante prático sobre oração e meditação.

  • A vida de oração de Jesus / Sang Sub Yoo / (Teologia) Um livro muito simples e direto sobre o estilo de vida de oração de Jesus.

Veja também: minhas leituras e sugestões de livros em 201420132012, 2011, 2010 e 2009

domingo, 17 de janeiro de 2016

Aperfeiçoe o seu canto!

Valores a partir de fevereiro/2016:

Individual: R$ 150,00 + 20,00 (matrícula)

Em turma (até 5 alunos):
R$ 100,00 por aluno + 20,00 (matrícula)

1 hora/aula por semana (valores com desconto para pagamento até o dia 5 de cada mês)

A professora é Ana Cristina, formada pelo Instituto Villa Lobos/RJ, onde estudou teoria e percepção musical, harmonia funcional e canto, dentre outras disciplinas, além de participar em importantes workshops de Técnica Vocal e Regência. Estudou também com a professora Denise Souza Telles, fonoaudióloga e cantora lírica, e com Celina, cantora lírica atuante em concertos nacionais e internacionais. Acrescentou aos seus estudos conhecimentos de Fisiologia da Voz, pela interação e parceria com a Dra. Marriet Pires (fonoaudióloga, especialista em voz).

As aulas são ministradas em São Gonçalo.

Esta é a oportunidade que você tanto procurava! Ligue: (21) 2724-0655