segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Sete princípios eternos

Por Victor Vieira

Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos (Mateus 5:45)

- Leis não depende de motivação do coração, elas simplesmente são como são.

- Se você plantar uma semente boa, numa terra boa, na época certa, você vai colher.

- Leis superam a nossa justiça própria.

- Princípio também quer dizer “inicio”. Se quisermos começar certo, devemos aplicar estes princípios.

- O principio que nós quebramos é o principio que nos quebra.

- Qual o fruto que a vida está trazendo?

1 – Principio da Semeadura
Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará (Gálatas 6:7).

nota: o que estamos vivendo agora é fruto do que semeamos. Se quisermos ter resultados diferentes, devemos mudar a nossa semeadura agora.

2 – Principio da Honra
Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá (Êxodo 20:12).

nota: a honra se aprende em casa e se leva para a vida. Onde não se aplica a honra, se colhe morte.

3 – Principio da Generosidade
Dai, e ser-vos-á dado; boa medida, recalcada, sacudida e transbordando, vos deitarão no vosso regaço; porque com a mesma medida com que medirdes também vos medirão de novo (Lucas 6:38).

nota: não é porque alguém usa o princípio de maneira errada que ele passa a ser errado. Não devemos julgar as pessoas e suas motivações, devemos crer nos princípios.

4 – Principio do Resultado
Porque não há boa árvore que dê mau fruto, nem má árvore que dê bom fruto (Lucas 6:43).

nota: o ‘resultado’ deve ser medido aos olhos de Deus, porque o que é ser sucesso ou fracasso para Deus pode ser diferente para nós.

5 – Principio do Julgamento
Não julgueis, para que não sejais julgados (Mateus 7:1).

nota: a forma de escapar do juízo é não julgar. Se alguém deseja não ser julgado (e acabar sendo condenado) também não deve julgar.

6 – Principio da Perda e Ganho
Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á (Mateus 16:25).

nota: toda vez que voluntariamente perdemos nossa vida ao obedecer ao Senhor, ao servir os irmãos ou qualquer outra situação, estamos na verdade “ganhando a vida”. toda vez que nos poupamos de servir os irmãos, não obedecemos ao Senhor em algo que nos vai custar a perda de qualquer coisa que tenhamos por preciosa, estamos “perdendo a vida”.

7 – Principio da Reciprocidade
E como vós quereis que os homens vos façam, da mesma maneira lhes fazei vós, também (Lucas 6:31).

nota: A graça que eu estendo é a graça que eu recebo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário