sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Sobre nosso relacionamento com Deus

{ O texto que segue é uma síntese das palavras ministradas por Robert Walker em nossa comunidade, em 26 e 27/09/2011. Foi um tempo muito precioso! Fomos muito impactados pela simplicidade e pela profunda vivência desse homem de Deus em cada palavra e ilustração. Espero poder reproduzir um pouco do que recebemos nesses dias. }

1ª NOITE - DIA 26/09

Deus prometeu a Abraão três coisas: uma terra, um povo e uma bênção - vide Gênesis 12.

Povo sem terra = falta de identidade, falta de testemunho. Assim, não há autoridade espiritual (governo). Isso é o que a igreja brasileira, de modo geral, tem sido nos últimos anos.

O povo é a Igreja de Cristo. Podemos ser casa de Deus espiritualmente falando. Mas precisamos da terra, que representa as coisas visíveis, que dão testemunho de Jesus.

Não existe na Bíblia governo de uma pessoa só com relação à Igreja. O que existe é uma liderança plural, baseada em serviço e cooperação. Todos juntos obedecendo ao Cabeça: Cristo.

Ser uma bênção = visão missionária.

Ezequiel 40 a 47 - Água que flui do trono sara o mar morto (sal em excesso na água = legalismo / A Palavra precisa da Graça, senão é Lei que mata).

AS 3 FASES NO RELACIONAMENTO DE ABRAÃO COM DEUS

1) FASE DE CRIANÇA - Gênesis 12 a 15

Poucas exigências - apenas pede que saia da terra onde estava para uma outra.

Graça = Deus vai abençoar Abraão, isso é incondicional. Não existe aqui o aspecto da Lei: "se você fizer isso, te darei aquilo".

Gênesis 15 - quando Deus responde, não é de acordo com a nossa pergunta, mas nos traz confiança. Assim foi com Jó no final de sua provação.

"Levou para fora" - sair da rotina / separar-se para Deus - isso é muitíssimo importante!

Na fase de criança predomina GRAÇA INCONDICIONAL, OBEDIÊNCIA INQUESTIONÁVEL. Uma criança não questiona os pais, apenas os segue. Ama os pais sem condições, mesmo que corrigida. É só a partir da adolescência que começa a "negar" o seu amor.

Gênesis 16 - erro de Abraão, ao ter um filho com a escrava - quis cumprir a promessa na própria força - pode ser comparado ao relaxo de um adolescente.

2) FASE DE JOVEM - Gênesis 17

Maiores responsabilidades: "Anda na minha presença, e sê perfeito".

Não são mais tolerados os erros da fase de criança.

Enfatiza muito mais a "aliança" (pacto, compromisso).

Sinal de circuncisão - visível, permanente (isso está ligado à terra, ou seja, ao testemunho).

Nome de Abraão mudado = mudança de natureza.

Foco voltado para a mulher legítima (Sara) = valorização da família. A fé da mulher deve acompanhar a do marido. Toda a casa de Abraão acompanhava a sua fé, inclusive os servos.

3) FASE DE ADULTO / MATURIDADE - Gênesis 18.17

"Eu o tenho conhecido" ou "Eu o escolhi" - Deus sabe a disposição do coração humano.

a- Ordenação da família

b- Intercessão (em favor de Ló)

c- Amizade = Deus age em favor de seus amigos. A história continua com quem é amigo de Deus, com quem anda com Ele.

d- Deus pede o melhor de Abraão = Isaque / Aqui Deus jurou.

"Oferecer Isaque" = é o que Deus deu, é o melhor. Não pode ser algo que não queremos mais e que Deus nunca quis.

"Oferecer Ismael" =  é carnal, não "faz cheiro" para Deus.

Sacrifício - Levítico 1 / Romanos 12

Antes de oferecer o sacrifício no holocausto, primeiro era tirado o couro (aparência, reputação, justiça própria). Depois, era cortado em pedaços (Deus não pede tudo de nós de uma vez).

A cabeça era a 1a parte colocada no altar = todo raciocínio deve estar sujeito a Deus.

A lenha queima primeiro = circunstâncias da vida, familiares, trabalho, etc.

Hebreus 5.6 - deixe de ser criança, seja perfeito, avance para o último nível.



2ª NOITE - DIA 27/09

A fé de Abraão foi sendo fortalecida em seus encontros sucessivos com Deus. A paciência e o amor de Deus continuarão até o fim, ainda que o coração do homem seja duro e não avance em seu relacionamento com Ele.

Êxodo 19.4 - Aliança = proposta de casamento

Há um paralelo entre os v.5 e 6 e 1 Pedro 2.

O povo de Israel ficou preocupado com as exigências de Deus PARA SER ABENÇOADO - motivações interesseiras, egoístas. Muitos buscam a Deus sob essa perspectiva.

1 Pedro 2.5 - Há 3 figuras: pedras vivas, sacerdócio santo, santuário de Deus. No tabernáculo cabiam no máximo 5.000 pessoas bem apertadas. A nação tinha 600 mil homens, fora mulheres e crianças.

Deus aparece em um monte fumegante - Eles estão na presença de Deus = Isso é ser sacerdote. Deus queria fazer com todo o povo o que conseguiu com Abraão.

Deuteronômio 5.22 - além de sacerdotes, foram também testemunhas (isso tem a ver com a promessa de uma terra).

v.25 - aqui começa a Lei, através de um mediador.

Gálatas 3.19 - Hoje Jesus é o nosso Mediador e também é o nosso Deus = Jesus é o Caminho para o Pai, mas também é um com o Pai.

Levítico 9.22 - Nadabe e Abiú entraram sem respeitar a ordem (ver também Lev 10.1-2).

DOIS ERROS COMUNS QUANTO À PRESENÇA DE DEUS: COVARDIA (MEDO) E PRECIPITAÇÃO (PELA AUTO-SUFICIÊNCIA).

Levítico 16.1-2 - O acesso é fechado. Deus queria que entrassem no Santo dos Santos sempre que quisessem, porém por causa da precipitação dos filhos de Arão (e da covardia do povo) determinou que só entrassem uma vez por ano.

Hebreus 9.7 - Não há paralelo entre o povo e Abraão, pois o povo rejeitou andar na presença e ser perfeito.

DEUS QUER LEVANTAR UM POVO COMO ABRAÃO

Jeremias 31.34 e 1 João 2.27 - Um povo que não ministra um ao outro, antes tem uma revelação direta de Deus. Você está nesta igreja por causa da revelação de outros ou por causa da revelação de Deus?

Os novos convertidos hoje precisam de encubadora depois que nascem, pela falta de um encontro genuíno e transformador com Deus.

Hebreus 10.19-20 - entrar no Santo dos Santos com intrepidez, mas temos medo.

Rasgar o véu = rasgar a carne. Na conversão, o véu é retirado (ver 2 Coríntios 3.12).

TABERNÁCULO

Átrio = preparar / Santo Lugar = oferecer / Santo dos Santos = Consumir

Êxodo 29.38-40 - no Átrio eram preparados dois cordeiros (figuras de Jesus), um de manhã (altar individual) e outro à tarde (altar da família). Isso é algo diário!

A farinha representa a Palavra. O azeite e o vinho tipificam o Espírito Santo (aspectos diferentes - azeite é suave, vinho é emocional, fervoroso).

HÁ 3 NÍVEIS QUE DEUS QUER FALAR:

Átrio = sacrifício diário / Santo Lugar = candelabro/andar na Luz / Santo dos Santos = nuvem da Presença (coisas novas) + tábuas da Lei (o que Deus já falou). Neste último, Ele revela SEUS SEGREDOS.

Significado para Propiciatório = "assento de misericórdia"

COMO ENTRAR NO SANTO DOS SANTOS?

1- Expectativa viva
2- Não abrir mão - Êxodo 33 - as atitudes de Moisés não foram passivas. Tudo que o homem pede Deus concede!
3- Aquietar - 1 Reis 19.12 (som de quietude). Elias conhecia Deus, e só saiu para fora da caverna quando fez silêncio.

Que tenhamos FOME de Deus. Que queiramos ser AMIGOS Dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário