quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Uma impressão sobre a cidade de São Gonçalo

Na reunião de oração de segunda-feira senti muito forte que São Gonçalo era literalmente "uma praça de ex-combatentes". Na terça de manhã cedo, fui até a tal praça para orar pela cidade, e tive algumas impressões:

(1) Senti uma certa nostalgia no ar, mas era de algo não vivido, não sei explicar bem. É como se fosse uma nostalgia tomada emprestada de outros, de uma batalha não vivida pelos gonçalenses. Talvez seja um anseio por glórias próprias, não alheias.

(2) Há uma grande placa no centro da praça com os seguintes dizeres: "Na guerra e na paz, a grandeza da nação repousa no trabalho ordeiro e fecundo do seu povo e na unidade patriótica das suas classes armadas, eternas guardiães das liberdades democráticas e da integridade pátria". São palavras bonitas, porém completamente misturadas e apagadas por pichações e grafites - Senti uma cidade sem ideais, um povo que desdenha de seus símbolos.

(3) Há diversos mastros na praça, porém sem bandeiras - Mais uma vez percebo a falta de solenidade e reverência nesta cidade pelos seus símbolos.

(4) Vi muitas pessoas de passagem: estudantes, gente indo trabalhar, até um morador de rua estava de passagem - Uma praça é historicamente um lugar de ajuntamento e mobilização, mas senti que ali, tal qual a cidade, é só um lugar de passagem, não se dá valor ao ato de permanecer (especificamente nesta praça só se ajuntam pessoas na ginástica da terceira idade e no carnaval, ou quando há alguma festa com barracas, mas são ajuntamentos vazios de causa).

(5) Ao redor da praça estão a UERJ, o CEWO, a APAE, uma igreja católica mais adiante, diversos bares, inúmeras casas na rua atrás, uma favela crescente por detrás da UERJ e do CEWO. Ao lado da praça fica a sede da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil - secção São Gonçalo - nela havia uma faixa convidando a comunidade para o baile de sábado à noite. O lugar é estratégico, porém ignorado para um fim mais proveitoso.

(6) Há equipamentos militares em exposição: um tanque, uma hélice, uma turbina, uma âncora, um suporte com bombas - evidentemente que estão desativados.

Isto posto, fico com a impressão de uma cidade sem bandeiras (sem noção de ordem e unidade), com ideais encobertos por pichações (sem causa), cujas armas estão desativadas, emprestadas de uma guerra que este povo não viveu. Uma cidade que serve de passagem apenas. Uma cidade que não teve revoluções (como o Brasil) e que por isso não tem identidade, tampouco um senso coletivo de pertencimento.

Daí a importância de intercessores. Porque esta cidade carece de abalos, de impactos profundos em sua pacata e irrelevante rotina. São Gonçalo precisa de uma igreja que revoluciona pelo seu estilo de vida, cujas armas estão ATIVADAS e são ESPIRITUAIS, poderosas em Deus para destruir fortalezas, argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus, levando cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo (2 Coríntios 10.4-5). Nossas orações são o fundamento de tudo isso.

Encorajo os irmãos a se encherem de esperança e expectativa por dias de grandes abalos nas estruturas sociais e até eclesiásticas, provocados pelo poder do Espírito Santo em Sua Igreja unida, que marchará por uma causa bem definida e com sua bandeira erguida bem alto: o AMOR.

4 comentários:

  1. Que o Senhor se manifeste em Sâo Gonçalo através da sua igreja. Esperamos por dias de despertamento e avanço! Creio que estamos entrando nesse tempo! Vamos prosseguir!

    ResponderExcluir
  2. É isso! Que o Senhor levante seus sentinelas em São Gonçalo para permanecerem na torre de vigilância até ouvirem do alto estratégias que tocarão a igreja, e esta a cidade.

    ResponderExcluir
  3. Isso. Que se levante um povo nessa cidade com os olhos no Pai e carregando a bandeira do amor. Que venha o derramar do Espírito!

    ResponderExcluir
  4. "Esta Cidade carece de abalos, de impactos profundos em sua pacata e irrelevante rotina" Que texto maravilhoso; atual: Em resposta, ao longo dos anos, vimos que o exercito de intercessores tem crescido: Estão fazendo barulho! Cremos que A Cidade de São Gonçalo irá acordar para uma realidade em Deus, para clamar pelos céus, para tocar o coração do Pai!

    Muito bom ler sobre isso.

    ResponderExcluir