sexta-feira, 29 de junho de 2012

Duas visões

(1) Vi uma daquelas folhinhas de calendário, e estava na última folha. Mas não era dezembro. Cada folha correspondia a um ano. Na visão era o último ano de 12 anos. Ou seja: era 2012 (este ano). A folha do calendário que vinha logo após 2012 era de um papel pardo azul, estava em branco e nele não haviam dias ou anos. Eu entendi que um novo tempo está às portas e que Deus irá ditar Seus planos e projetos futuros somente àqueles que tiverem "olhos para ver e ouvidos para ouvir". Eu me lembrei de Apocalipse 1.19: "Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer".

(2) Vi a cidade de São Gonçalo/RJ cortada por muitos rios, que foram poluídos, assoreados, que tiveram seu curso alterado ou mesmo obstruído. Penso que essa é a realidade espiritual da igreja em São Gonçalo (leia aqui) que não consegue fluir naquilo que Deus tanto deseja! A fome e a sede pelo Senhor abrirão os espaços necessários para que os rios (os filhos de Deus) possam fluir novamente em abundância e vitalidade.

Creio em um tempo novo para a Igreja de Cristo no Brasil e particularmente na cidade de São Gonçalo.

Mas o "novo" de Deus não é necessariamente algo inédito. Pode ser a retomada do projeto inicial Dele que as muitas camadas temporais e seus muitos desvios ocultaram ou mudaram a forma. Pense naquelas construções de 50, 80 e até 100 anos, antes vibrantes e belas, hoje uma mistura de cinzas e nostalgia. O restaurador raspa as camadas até alcançar as cores originais, aplica técnicas e produtos específicos. Não usa de força para preservar o prédio. No fim do trabalho, mesmo a forma mais antiga e frágil torna-se de novo magnífica e imponente. Creio que essa ideia se encontra em Mateus 13.52: "...o Reino do céu é semelhante a um chefe de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas".

Precisamos nesses dias escutar o que Ele tem a dizer e contemplar o que Ele quer revelar. Abra, Senhor, nossos ouvidos e nossos olhos! Venha o Teu Reino!

Nenhum comentário:

Postar um comentário