terça-feira, 4 de junho de 2013

Conferência Extrema Devoção + IHOP = síntese das mensagens

Breve síntese das mensagens ministradas na Conferência Extrema Devoção, nos dias 28 e 29 de maio de 2013, pelo Pr. Rodney Henderson, vice-presidente de missões internacionais da IHOP-KC (EUA):

1ª noite da Conferência

É uma honra estar vivo nesta hora - a hora que pode ser a última, a qual Jesus irá voltar.

Lucas 12.32 - A revelação de que o Pai nos quer bem.

Deus está levantando movimentos de oração em todas as nações.

Por que oramos tanto?

1- Porque Ele é Digno. O Senhor merece serviço contínuo voltado para Ele.

2- Porque a Sua casa será chamada Casa de Oração para todos os povos. Ele edificará esta casa. Jesus profetizou sobre isso, então vai acontecer. Se hoje não está assim, então talvez não sejamos Sua casa.

3- Porque devemos obedecer. Mateus 9 = Se orarmos, Ele enviará trabalhadores. "Enviará" corresponde no grego a "Eckball" = lançar, arremessar longe, com poder e unção!

4- Porque amamos a presença de Deus - Salmo 27 = "Uma coisa!"

5- Porque devemos perseverar em oração. Lucas 18 = "Ele fará justiça!". No final da parábola, Jesus destaca: "Mas será que o Filho do Homem achará fé na terra?" Assim Jesus conecta a parábola de dois mil anos atrás com os nossos dias.

O que é fé? É crer que DEUS É (precisamos da revelação da grandeza do nosso Deus) e também é crer que DEUS RESPONDE.

2ª noite da Conferência

Quando desenvolvemos intimidade com Deus, qual é a principal recompensa que Ele nos dá? E quais são as secundárias?

Abraão foi chamado o pai da fé - Gênesis 15.1 = Uma palavra veio a Abraão: "Eu sou sua maior recompensa". Antes disso, em Gênesis 12, Deus disse os planos que tinha para Abraão. Deus colocou em nós o desejo de sermos grandes.

A principal recompensa: ELE MESMO, o próprio DEUS.

As recompensas secundárias: favor nos relacionamentos, autoridade espiritual, etc. Mas estas coisas não podem tomar o lugar da primeira recompensa. Quando Jesus é o primeiro, nunca ficamos frustrados.

O apóstolo João entendeu isso. Quando jovem, era conhecido como "filho do trovão" (tinha desejos fortes, mas imaturos e cheios de orgulho). Após seu contato com Jesus, foi transformado. Tornou-se "aquele a quem Jesus ama" - essa passou a ser a identidade de João.

Deus me ama - eu sou Seu favorito!

Intimidade e confiança são grandes valores na oração.

É preciso despertar um clamor, um gemido = Isso deve ser gerado em nós.

Isaías 62 = sentinelas dia e noite sobre os muros.

Vários movimentos históricos de oração - Os morávios (1727) = As missões modernas nasceram da oração.

As salas de oração darão direção ao mundo - as pessoas mais poderosas estarão nas salas de oração, capazes de mudar o céu e a terra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário