quarta-feira, 26 de junho de 2013

Tensões em um tempo de transição geracional

Palavra ministrada por Anderson Bomfim em nossa comunidade, no último dia 10/06/2013.

Josué 1 - A tensão de assumir a palavra de Deus liberada sobre nossas vidas

Moisés está morto. Entender esse novo tempo. A relação entre Moisés e Josué é semelhante com a de Paulo e Timóteo.

Não há garantias de que "dará certo" = A única garantia é a palavra que está sobre nós.

O que nos une é a palavra de Deus. Já sabemos o que temos. Josué entrou na terra e cumpriu a palavra que estava sobre ele, e foi bem sucedido.

Josué 2 - A tensão de errar

Temos medo de errar como nossos pais = Envio de espias à Jericó, como Israel fez em Canaã.

Mas não somos os mesmos, ainda que as situações sejam parecidas com as quais passaram os nossos pais.

Ocupar-se com a palavra e deixar para trás o antigo e seus medos.

Josué 3 - A tensão do novo

Abrir um caminho que não foi percorrido antes, em santificação e consagração.

Algo novo está se abrindo diante de nós por Deus.

Josué 4 - A tensão da autoridade

Doze pedras foram tiradas do Jordão = Como irão reconhecer nossa autoridade? Descendo ao Jordão.

Guardar o coração em humildade, prestar contas, cultivar ambiente seguro para permanecermos mansos e humildes de coração.

Josué 5 - A tensão da aliança e do trabalho

Circuncisão / Marcar os filhos = eles devem entender a aliança. O erro de Ezequias foi abrir o palácio para a Babilônia.

Depois dos filhos serem marcados, foi celebrada a Páscoa e cessou o maná. A terra já estava ocupada. Era preciso cultivar, semear e colher. A chuva é para quem trabalha.

Há um favor de Deus para empreendedores. José não trabalhou para o Egito, mas para o plano de Deus de levantar o tabernáculo no deserto 400 anos depois.

O Senhor não está do nosso lado! = Nós é que devemos nos unir a Ele. A palavra não é exclusividade nossa, pois há outros andando pela mesma palavra que está sobre nós.

Josué 6 - A tensão da espera por um sacerdócio em funcionamento

Podemos ter força e valentia, mas antes de qualquer movimento, precisamos parar tudo e ver se o sacerdócio está funcionando (oração individual e coletiva). Só depois disso, virá a ocupação.

O clamor do povo em torno de Jericó = Som que faz tremer e mobilizar.

Cada um deve ocupar o que está à sua frente = Justa cooperação entre todas as partes.

Josué 7 - A tensão da vida em comunidade

A derrota em Ai = O erro de um é o erro de todos. Precisamos zelar pelo pacto, pela aliança.

O meu erro prejudica o avanço da comunidade.

Temos de encarar e passar por essas tensões para ocuparmos a terra que Deus está nos entregando nesse tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário