quinta-feira, 12 de maio de 2011

Conferência: Revolução de Elias - 1ª noite








Breve síntese da mensagem ministrada pelo Pr. Adriel Barbosa

Em Malaquias 4.5-6 observamos 4 episódios.

Conversão = duas gerações que se encontram.

Pais que se voltam para uma triste realidade: há tantos filhos perdidos, partidos.

Filhos que descobrem um lugar de conexão com a paternidade.

Não percebemos os problemas da alma, rotulamos as pessoas. Por trás de cada comportamento há algo que aconteceu.

Gênesis 35.16-18

Raquel teve muita dificuldade para dar a luz - filhos são custosos, não são brincadeira.

Todos somos destinados a sermos pais - biológicos e/ou espirituais.

Vivemos dias de esterilidade, não reproduzimos.

Raquel carregava sobre si uma calamidade de seus pais. Se não tratarmos as nossas calamidades, as lançaremos sobre nossos filhos.

Nome = Identidade

Raquel deu um nome terrível para seu filho: Benoni, que significa "filho da minha angústia". Ele levaria essa marca a vida toda.

Você tem ideia das dores que carrega? A sua calamidade te domina? Traição, ingratidão, rejeição são exemplos de dores e calamidades.

Jacó mudou o nome de seu filho para Benjamim, que significa "filho do meu braço direito" ou "filho da minha força". Geração levantada por Deus para reconciliação.

As redes sociais tem sido um lugar para despejar dores e calamidades, sem compromisso com verdadeiros relacionamentos. Geração de Benonis = relacionamentos feridos.

Não há independentes no Reino. Interessante Deus usar um homem de solidão - Elias - para tipificar essa geração que prepará o caminho da volta de Jesus.

De volta ao 4º episódio em Malaquias 4.5-6 - há uma maldição. Para Deus não ferir a terra é preciso honrar a teu pai e a tua mãe.

Isaías 3.1-6 descreve a maldição de uma geração:

v.1 - juízo

v.2,3 - toda pessoa madura, figuras de excelência

O Salmo 127.4 fala de "filhos como flechas" - pais que atiram seus filhos em direção ao seu destino. Mas vemos hoje um espírito de orfandade - consequências: pessoas com projetos de pouca duração; pessoas que se perguntam: Quem eu sou? O que faço bem? Sem estrutura evidencia-se sua inaptidão.

v.4 - maldição da imaturidade (ver também Hebreus 5)

Jovens que colam suas almas a tantos não sabem quem são, não poderão se entregar a um só.

v.5 - falta de respeito

A Bíblia diz: "Ensina o menino no caminho" - Fale para ele, fale na vida dos seus filhos.

v.6 - geração que se apega à aparência

Deus está levantando pessoas que não aceitam mais esse estilo de vida.

Gênesis 21.14

Ismael = pessoas com dificuldade de estar junto, debaixo.

Deus está nos pedindo para despedir Ismael da nossa vida.

Marca da geração de Elias = cura, reconciliação.

Há uma geração paterna que devo honrar = relacionamento.

Precisamos dizer: "Eu não vou mais romper meus relacionamentos!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário